News Release Acompanhe as notícias do 4º Congresso Internacional de Compliance & Regulatory Summit

18/05/2016

Em congresso internacional hoje em São Paulo, ex-Ministro da CGU e Agente do FBI citam dificuldades nos Acordos de Leniência previstos pela Lei Anticorrupção e nos modelos de investigação internacional de cartéis
Cerca de 300 pessoas, entre painelistas e congressistas, estão reunidos em São Paulo onde acontece até amanhã o 4º Congresso Internacional de Compliance & Regulatory Summit

>> Leia na íntegra


Evento O maior evento de Compliance do Brasil

4º CONGRESSO INTERNACIONAL DE COMPLIANCE & REGULATORY SUMMIT

Data: 17 a 19 de Maio de 2016.
17 - Workshop Day
18 e 19 - Agenda do Congresso Internacional de Compliance & Regulatory Summit
Horário: 8h às 18h


WORKSHOP DAY - Dia 17
Local: Clube Hebraica
Endereço: Entrada pela Rua Hungria, 1000 - Pinheiros - São Paulo / SP
Estacionamento: Valet no local - R$ 35,00 / dia


CONGRESSO - Dias 18 e 19
Local: Clube Hebraica - Salão Nobre Marc Chagall
Endereço: Entrada pela Rua Dr. Alberto Cardoso de Mello Neto, 115 - Pinheiros - São Paulo / SP
Estacionamento: Valet no local - R$ 35,00 / dia


O 4º Congresso Internacional de Compliance & Regulatory Summit, promovido pela LEC e Thomson Reuters, é um dos eventos mais importantes sobre o tema na América Latina, em seus três dias de debates, buscará registrar o mesmo êxito alcançado nos últimos anos. Em 2015, a terceira edição reuniu em um evento único um elenco de especialistas, gestores e reguladores com ampla experiência nacional e internacional. Durante os três dias de evento, foram realizados workshops e painéis de diferentes abordagens, com debates aprofundados sobre o desenvolvimento e aplicação de uma melhor cultura de governança corporativa, de gestão de riscos e de políticas de compliance no Brasil e América Latina.

Para a quarta edição do Congresso Internacional de Compliance & Regulatory Summit, a LEC e a Thomson Reuters esperam elevar a excelência do evento, contanto com participantes entre reguladores regionais e internacionais, especialistas em ética e compliance, assessores jurídicos, membros de instituições financeiras e representantes de organismos governamentais, para abordar os principais desafios do setor para os próximos anos, centrando-se no cumprimento da regulação vigente, supervisão, e o impacto potencial da legislação extraterritorial no mercado latinoamericano.





Público-Alvo A quem se destina

O conteúdo do congresso é voltado para os seguintes setores:



POR QUE PARTICIPAR?

Uma excelente oportunidade para:

1. Atualizar conceitos

Através de palestras e apresentações, você conhecerá as principais tendências dos segmentos em nível mundial e fará uma reciclagem profissional.


2. Trocar ideias com os maiores players do segmento de Compliance

Uma excelente oportunidade para você trocar informações e conhecer profissionais da sua área que atuam no Brasil e exterior.


3. Desenvolver a carreira

Reunindo o volume de informação que você receberá durante os 3 dias de evento, através dos principais profissionais do setor, sua experiência ficará ainda mais rica para o mercado de trabalho.


4. Oportunidade única para treinamentos corporativos focado em compliance e integridade corporativa.

Convide as suas áreas funcionais para o evento e entre em contato conosco para entender as possibilidades de desconto para grupos.


Palestrantes Os principais players do mercado de governança, risco e compliance

Luiz Navarro

Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU)

Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU) desde março de 2016. Formado em Direito, em 1991, e pós-graduado em Direito e Estado, em 2001 - ambos pela Universidade de Brasília (UnB) - é servidor de carreira do Senado Federal, no cargo de consultor legislativo, desde 2004. Na CGU, atuou durante cerca de dez anos, ao iniciar sua carreira como corregedor-adjunto da Área Econômica, em 2003, tendo exercido ainda o cargo de secretário de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas, em 2006. Foi secretário-executivo da CGU, entre 2006 e 2013, contribuindo para o fortalecimento da Controladoria nos últimos anos. Luiz Navarro participou da elaboração e implementação de normativos relacionados ao combate à corrupção, a exemplo da legislação antinepotismo na Administração Pública Federal (Decreto nº 7.203/2010), da Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011), além do Projeto de Lei nº 6.826/2010, que deu origem à Lei Anticorrupção (Lei nº 12.846/2013). Liderou também o processo de criação do Cadastro de Empresas Inidôneas e Suspensas (Ceis). Durante o período na CGU, coordenou ainda a participação do Brasil em diversos mecanismos internacionais, a exemplo dos trabalhos sobre Suborno Transnacional, no âmbito da Convenção da OCDE, e da implementação da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção. Navarro atuou ainda como perito titular do Brasil no Mecanismo de Acompanhamento da Implementação da Convenção Interamericana contra Corrupção (Mesicic). Desde 2011, é membro do Comitê Consultivo Sênior da Academia Internacional Anticorrupção (IACA). Ainda no Poder Executivo Federal, exerceu os cargos de especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG), em 1998, e gerente de Regulação de Mercado da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), entre 2000 e 2002, além de membro do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), de 2003 a 2006. Antes de retornar à CGU, como ministro-chefe, atuou como consultor sênior da Veirano Advogados na área Anticorrupção e integrou o Conselho de Administração da Petrobras, de março de 2015 a março de 2016.

Jorge Arbache

Professor de Economia da Universidade de Brasília

Jorge Arbache é economista com longa experiência nas áreas governamental, setor privado, organizações internacionais e academia. Foi economista chefe do Ministério do Planejamento e professor de economia da Universidade de Brasília. Entre 2010 e 2014 foi assessor econômico sênior da Presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Antes de se juntar ao BNDES, foi economista sênior do Banco Mundial em Washington, DC. É um dos economistas brasileiros e latino-americanos mais citados no país e no exterior. Mais recentemente, tem se dedicado às agendas de crescimento econômico e de políticas setoriais, incluindo produtividade, competitividade, tecnologia, inovação, investimentos, competição, comércio internacional e economia dos serviços. É autor de quatro livros e de mais de 90 artigos publicados em jornais acadêmicos especializados. É colunista do Jornal Valor Econômico e colaborador do The BRICS Post.

George 'Ren' McEachern

Supervisory Special Agent at Federal Bureau of Investigation (FBI)

Large experience on Foreign Corrupt Practices Act (FCPA) and International Anti-Corruption Professional. Currently supervise the FBI's Washington Field Office International Corruption Squad with a global focus on FCPA, International Money Laundering Facilitation and Kleptocracy investigations. Developed and instituted a new FBI proactive strategy to investigate complex international financial crimes with an emphasis on leveraging critical international relationships, applying cutting-edge analytical capabilities, utilizing dedicated expert personnel combined with solid investigative principles.

Steve McDonald

Head de Market Development, Risk Business Americas na Thomson Reuters

Steve McDonald é senior global sales e business leader. Sua grande experiência inclui abertura de novos mercados geográficos, e co-criação de novas soluções e estratégias de vendas que vão de encontro ao mercado emergente e suas demandas para regulamentação e gestão de compliance. Atualmente ele é o Head de Market Development, Risk Business Americas na Thomson Reuters, onde ele trabalha desde 2007 - como como diretor sênior de Global Solution Development (2014-2015), diretor de Global Solutions (2012-2014) e Strategic Account Executive (2007-2012).

Carlos Alberto Sardenberg

Jornalista, âncora do programa CBN Brasil e é comentarista econômico dos programas noticiosos da CBN, Jornal das Dez (Globonews) e do Jornal da Globo

Jornalista, âncora do programa CBN Brasil, pela CBN, rede nacional de radio jornalismo. É comentarista econômico dos programas noticiosos da CBN, do Jornal das Dez (Globonews), e do Jornal da Globo (TV Globo). Eventualmente, apresenta o Jornal da Globo. Escreve coluna no jornal O Globo, às quintas. É palestrante na área de política e política econômica (conjuntura, cenário nacional e internacional, perspectivas políticas e econômicas). Em 44 anos de jornalismo, trabalhou como repórter, redator e editor nos jornais O Estado de S.Paulo, Jornal do Brasil e Folha de São Paulo. Nas mesmas funções, trabalhou ainda nas revistas Veja e IstoÉ. Passou a maior parte de sua carreira em São Paulo, mas trabalhou durante seis anos em Brasília. Fez inúmeras coberturas no exterior. De 1985 a 1987, foi Coordenador de Comunicação Social do Ministério do Planejamento (gestão João Sayad), ocasião em que participou do lançamento e divulgação do Plano Cruzado. De 1987 a 1988, foi assessor da Reitoria da Universidade Estadual de Campinas, ocasião em que trabalhou na definição de cursos de pós-graduação em jornalismo.

Fausto De Sanctis

Desembargador Federal do TRF

É Desembargador Federal no Tribunal Regional Federal da 3ª Região desde 2011. É doutor em Direito Penal pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e Especialista em Processo Civil pela Universidade de Brasília (UnB). Membro do Conselho Consultivo da American University Washington College of Law para Programas de Estudos Judiciais e Legais Brasil - Estados Unidos da América desde 2013. Membro da Comunidade de Juristas de Língua Portuguesa desde maio de 2014. Foi Procurador do Município de São Paulo (1988), Procurador do Estado de São Paulo, na área de assistência judiciária, atual Defensoria Pública do Estado de São Paulo (1989-1990) e Juiz de Direito no mesmo Estado (1990-1991). Esteve à frente da 6ª Vara Federal Criminal especializada em crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e em Lavagem de Dinheiro de São Paulo/SP, de 1991 a 2011. Foi indicado por seus pares em lista da AJUFE para ocupar vaga no Supremo Tribunal Federal nos anos de 2010 e 2014. Recebeu distinção em International Law and Affairs em 25.01.2016 da New York State Bar Association - NYSBA.

Pierpaolo Cruz Bottini

Advogado, Professor-doutor de Direito Penal da Universidade de São Paulo

Advogado e professor-doutor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. É membro da Comissão de Jurados do Premio Innovare. Foi membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça. Mestre e doutor em direito penal pela Faculdade de Direito da USP, chefiou a Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça em 2005 e 2006, e o Departamento de Modernização da Justiça do Ministério da Justiça em 2003 e 2004. É coordenador de direito penal econômico do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. Autor das seguintes obras: “ lavagem de dinheiro” - em coautoria com Gustavo Badaró; “Crimes de perigo abstrato e principio da precaução na sociedade de risco” (RT, 2007), e coordenou e publicou as obras “Reforma do Judiciário” (Saraiva, 2005), “A nova execução dos títulos judiciais” (Saraiva, 2006), e inúmeros artigos em periódicos e publicações especializadas.

José Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo

José Renato Nalini é docente desde 1969. Formou-se em Direito pela PUC-CAMPINAS em 1971. Mestre e Doutor pela Universidade de São Paulo. Foi Promotor de Justiça de 1973 a 1976. Ingressou na Magistratura do Estado de São Paulo em 1976. Foi Presidente do Tribunal de Alçada Criminal, Corregedor Geral da Justiça e Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Seu livro "Ética Geral e Profissional" está na 13ª edição. Presidiu a Academia Paulista de Letras e hoje é o Secretário da Educação do Estado de São Paulo.

Nicola Tingas

Economista do Núcleo Econômico do G100 Brasil

Mestre em Economia Política pela PUC-SP, Pós-graduação a nível de Mestrado em Finanças Públicas pela FGV-SP e Especialização em Economia Global pelo Harvard International Institute for Development nos EUA. Foi economista-chefe na ACREFI Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento. Economista Estrategista de Mercado Financeiro nacional e internacional. Trabalhou no Chemical Bank Brasil (Banco NorChem) onde foi Economista-chefe para Tesouraria e Clientes Corporativos locais e internacionais. Foi Economista-chefe Brasil e Economista Sênior para América Latina do Banco alemão WestLB Bank, de onde depois fixou-se na área de mercados emergentes em Nova Iorque, acompanhando as economias e mercados financeiros da Argentina, Brasil, Colombia e Peru; além de atender clientes e investidores internacionais, e participar com seus colegas na realização de palestras no Hemisfério Norte e América Latina. Foi Economista-chefe da FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos. Atuou também como professor do MBA da FGV, e hoje é instrutor em programas corporativos (In-Company) para grandes empresas.

Arnaldo Tibyriçá

General Counsel & Sr VP Grupo Abril

Advogado com trinta e cinco anos de atividade profissional em empresas de grande porte como Grupo Itaú, Grupo C&A, BCP Telecomunicações e Grupo Abril, onde ocupou e ocupa posições nas áreas Jurídica, alta direção, em conselhos de administração, seus comitês e family offices. Experiência nas áreas societária, fusões e aquisições, start ups; abertura de capital, tributária, concorrencial, contratos, relações de consumo, propriedade intelectual, telecomunicações, mídia, contencioso, relações governamentais, Compliance, governança e gestão de riscos, estruturas organizacionais, estratégia e modelos de negócios, negociações e trabalhista. Outras atividades: ICB - Instituto Compliance Brasil; CEDES – Centro de Estudos em Direito Econômico e Social; WILL – Women in Leadership in Latin America; ABD&A – Associação Brasileira de Direito e Administração; coaching e mentoring.

Henry Dumortier

Presidente da Goodyear

Since October 2014, Henry Dumortier is Managing Director of Goodyear Brazil. Prior to that, Henry held a number of general management assignments as Managing Director Goodyear Dunlop Tires France (2009 – 2014) after having served as General Manager Iberia, in a charge of Spain and Portugal, from 2005 to 2009. Dumortier joined Goodyear Dunlop Tires Europe as Sales Director, European Union in January 2003. Prior to joining Goodyear, Dumortier has held multiple positions with General Electric in Europe and North América. From 2000 to 2002, he was General Manager Central Europe for GE Fleet Services. Previously he held the position of Director of Product Management within GE Fleet Services Europe between 1998 and 2000, based , based in Brussels. From 1993 to 1998, Dumortier worked for GE Fleet Services in Minneapolis, MN, USA, holding positions of progressive responsibilities in the áreas of sales and marketing, back office operations and product management. Dumortier was born on May 26, 1964 in Brussels. He received his Master in Law from the University of Louvain la Neuve, Belgium. He holds also a MBA from the IESE, University of Navarra in Barcelona. Henry speaks five languages, is married and has three children.

José Luiz Rossi

Presidente da Serasa Experian

José Luiz iniciou carreira na Arthur Andersen Consulting em 1982. Por 16 anos, sendo 13 como sócio, atuou em consultoria gerencial e de tecnologia da informação na Price Waterhouse. Em 2002, transferiu-se para a IBM quando a mesma adquiriu a área de consultoria da PwC, onde foi responsável pela América Latina, bem como Vice Presidente e Gerente Geral para a região Sudoeste da Europa. Em 2009, retornou ao Brasil para liderar a CPM Braxis, posteriormente adquirida pela Capgemini em 2010, onde permaneceu como presidente até 2014. Em maio de 2014, passou a ser responsável pela Serasa Experian no Brasil e pela Experian na América Latina. José Luiz formou-se em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ 1981).

Paulo Marcelo

CEO da Capgemini

Paulo Marcelo tem 25 anos de atuação no mercado de Tecnologia da Informação, com experiência em planejamento estratégico e gestão de lucros e perdas. Atuou como consultor e executivo para grandes empresas de diferentes setores. Foi CIO em algumas empresas brasileiras antes de se tornar co-fundador e um dos acionistas da UNITECH durante 10 anos. Em 2007, depois da fusão de sua empresa com a Braxis, juntou-se à CPM Braxis como seu diretor. No início de 2009, foi nomeado vice-presidente e, durante três anos, tornou-se o responsável pelo crescimento de vendas da empresa. Como membro do comitê executivo da CPM Braxis apoiou as aquisições do Grupo Capgemini, em 2010, e da CAIXA, em 2012. Paulo Marcelo foi o líder de Serviços Financeiros por 2 anos, antes de ser nomeado CEO da Capgemini Brasil em 2014. Paulo é também membro do board da Brasscom – Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação - e ocupa assento no grupo de CEOs da Câmara Americana de Comércio.

Fernando Palma

Sócio da Compliance Total

Possui 20 anos de experiência na área Jurídica, sendo os últimos 8 anos voltados exclusivamente para a área de Compliance, tendo atuado em posições de liderança em multinacionais como Ernst & Young, Walmart Stores, Inc., Archer Daniels Midland (ADM) e Stryker Corporation. Palma é membro desde 2011 da SCCE Society of Corporate Compliance and Ethics, onde no mesmo ano recebeu o título CCEP – Certified Compliance and Ethics Professional, e também membro do Conselho de Compliance do IASP - Instituto dos Advogados de São Paulo, além de Professor do Curso para a formação de compliance officers da LEC – Legal, Ethics & Compliance.

Juan Francisco Pablo Reyes Taha

Partner – Baker & McKenzie, Santiago, Chile.

Member, Chilean Bar Association.
Universidad de Chile Law School, Santiago, Chile - LL.M. Degree in Tax Law, with distinction.
Universidad de Chile Law School Assistant Professor to the Economic Law Department. Lectured Microeconomics and Macroeconomics courses.
Pontificia Universidad Catolica de Chile Law School Guest Lecturer to the Intellectual Property Diploma. Lectured Patent Law to graduate students.
Universidad de Chile Law School Guest Lecturer to the Economic Law Department. Lectured Microeconomics and Macroeconomics courses.
Speaker, Rights over your own image in Chile, Jornadas Chilenas de Derecho Comercial.
Speaker, Pharmaceutical Patents, a private sector perspective. Annual meeting of the Industrial Property Court.
Author, Questions of entitlement in Chile, the interplay of joint ownership and public funding of R&D in Chile, Les Nouvelles, vol XLVII No. 4.

Maria Lorena Schiariti

Partner of Marval, O’Farrell & Mairal

Maria Lorena Schiariti is a partner of Marval, O’Farrell & Mairal. She joined the firm in 1997 as associate of the Administrative Law Team. She received her law degree from the University of Buenos Aires in 1997 and later specialized in administrative law and public ethics. She attended a Master’s degree in Law and Economics from the Universidad Torcuato Di Tella, Argentina (2001-2002). Currently Lorena is an Administrative Law Professor, teaching the post-graduate courses “Global Administrative Law” and “Anticorruption and Transparency” at the Universidad Austral. Chambers and Partners Latin America included her as a Leading Individual (2009 up to 2015), as Leading Lawyer by Legal 500 (2012-2014), as Approved Administrative Law Private Practitioner by Latin American Corporate Counsel Association (2014). She was also included in the list of Corporate Lawyers to know by Latin Lawyer (2014). In 2003, Latin Lawyer magazine included her in their ‘Forty under 40’ category.

Peter Spivack

Sócio da filial de Washington, D.C., do escritório de advocacia internacional Hogan Lovells

Peter Spivack é sócio da filial de Washington, D.C., do escritório de advocacia internacional Hogan Lovells. Peter é um dos mais experientes do escritório na Área de Investigações, Colarinho Branco e Fraudes, na qual já atuou como co-líder global por seis anos. Segundo a Chambers and Partners, onde é reconhecido nas áreas de Colarinho Branco e FCPA, os clientes o chamam de “fantástico” e dizem que ele é “muito perceptivo e ótimo comunicador”. Peter possui vasta experiência no trabalho com investigações multijurisdicionais, incluindo casos de acusações de suborno e corrupção previstas na FCPA, Lei de Suborno do Reino Unido e outras leis de combate ao suborno, bem como na criação e aperfeiçoamento de programas de compliance anticorrupção.

Roberson Henrique Pozzobon

Procurador da República.

Membro da Força-Tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba desde 2014. Professor de Direito Penal e Processual Penal na Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU). Mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2010). Especialista em Direito Público pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU). Graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2007).

Flávio Rímoli

Diretor Vice-Presidente de Governança e Compliance e Secretário do Conselho de Administração na Construtora Camargo Correa

Flávio Rímoli é Diretor Vice-Presidente de Governança e Compliance e Secretário do Conselho de Administração na Construtora Camargo Correa. É engenheiro mecânico e advogado, com pós-graduação em Pesquisa Operacional e LLM em Direito Societário. Trabalhou por 1 ano como Executive-in-Residence, no IMD, em Lausanne - Suíça. Anteriormente foi Vice-Presidente Executivo da Embraer, Secretário do Conselho de Administração e Membro do Conselho de Administração de várias Joint Ventures e Subsidiárias do Grupo Embraer S.A., onde trabalhou por 33 anos em várias áreas e funções, entre as quais VP Executivo Jurídico, VP Executivo de Serviços Corporativos e VP da Aviação Comercial.

Gilson Libório

Diretor de Pesquisas e Informações Estratégicas da Secretaria Executiva da Controladoria-Geral da União

Mestre em Aplicações Militares, Pós-graduado em Política e Estratégia pela Universidade de Brasília (UnB) e em Supervisão Escolar pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Exerceu o cargo de Coordenador-Geral de Cooperação Jurídica Internacional do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) da Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e Coordenador Adjunto do Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro (Lab-LD) da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA). Representante no Comitê Inter-Americano Contra o Terrorismo - Organização dos Estados Americanos (OEA), no Mecanismo 3+1 (Argentina – Brasil – Paraguai e EUA) e no MERCOSUL – GTP/GTE Combate ao Financiamento do Terrorismo. Possui prêmios em projetos na área de tecnologia aplicada ao Governo. Palestrante dos cursos do Centro de Formación de la Cooperación Española, do Programa Nacional de Combate à Lavagem de Dinheiro e de cursos de Operações de Inteligência para diversos Órgãos dos Governos Federal e Estadual. Professor de pós-graduação da Fundação Escola Superior do Ministério Público de MG e da Universidade Católica de Brasília.

Gonzalo Gómez de Liaño

Chefe de Estudos de Ensinos Especiais e Licenciatura no IEF -Instituto de Estudos Fiscais, junto ao Ministério das Finanças e Administrações Públicas da Espanha

Bacharel e Doutor em Direito, sendo professor de Direito Penal e Criminologia do IEF, desde 1998. Coordenou inúmeros estudos pelo IEF ao longo de sua carreira, com foco nas atividades alfandegárias. Também dirigiu as últimas 7 edições dos cursos superiores de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Comércio Exterior, patrocinados pela Fundação Ceddet (Centro de Educação à Distância para o Desenvolvimento Econômico e Tecnológico), pelo IEF e também por outras instituições públicas espanholas.
Nos últimos anos, tem negociado convênios ou acordos de cooperação com diferentes instituições da administração central espanhola, instituições privadas espanholas e inclusive estrangeiras, assistências internacionais, papers e seminários, em países como: Nicarágua, Colômbia, Perú, Argentina, Panamá, Brasil, Guiné Equatorial, El Salvador e República Dominicana, Bolívia, Marrocos, Bulgária, Romênia, Croácia, Macedônia, Albânia, Suécia, Finlândia, Bélgica, Luxemburgo, Inglaterra e França.

Ricardo Alexandre Contieri

Diretor de FIDS na Grant Thornton

Ricardo é formado em Administração de empresas pela PUC e membro certificado da Association of Certified Fraud Examiners– CFE. Tem mais de 10 anos de experiência em consultoria e auditoria na participação de projetos em diversos países da América Latina, Europa, Ásia e África. Além de possuir experiência na atuação com clientes de diversos setores. Contieri possui vasto conhecimento em gerenciamento de projetos relacionados à corrupção, monitoramento de fraudes e auditoria interna/ externa, atuando com riscos e controles internos de avaliação e desenho de processos.

Thiago Jabor

Sócio da área de Compliance e Ética Corporativa no escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados

Assessora clientes em questões de integridade corporativa, compliance anticorrupção, investigações e ações governamentais, e gestão de crises corporativas. Tem experiência com programas de integridade, investigações internas, auditorias e avaliações de risco internas e de terceiros, prevenção à lavagem de dinheiro, e processos administrativos punitivos nos mercados financeiro e de capitais.

Luciana Leite

Head de Assuntos Corporativos, Relações Públicas e Comunicação Estratégica da Thomson Reuters para América Latina e Iberia

Acumula 28 anos de experiência como jornalista e especialista em Marketing Estratégico, Branding, Market Access, Gestão e Prevenção de Crisis e Comunicação Corporativa, Interna e de Negócios, focada em geração de ROI e impacto direto no crescimento de negócios. Iniciou sua carreira em 1988 como repórter, com atuação em diferentes veículos de imprensa nacionais e internacionais (incluindo Jornal da Tarde, Folha de S.Paulo, TV Globo e El País). Trabalhou também em agências de PR na Espanha e no Brasil gerenciando relações estratégicas com stakeholders, formadores de opinião e influenciadores de mercado para companhias de diferentes setores da indústria, tais como Varig, TAM, Air France, NET, Grupo Accor, Nestlé Swiss, Organizações Globo, Boehringher Ingelheim, Roche, Chiesi, entre outros. Desde julho de 2012, responde como Head de Corporate Affairs, Public Relations & External Communications da Thomson Reuters para as regiões América Latina e Ibéria. Antes disso, sua experiência professional do mundo corporativo inclui posições de Communication and Corporate Affairs Senior Manager na Bristol-Myers Squibb (2003-2008); Corporate Affairs Associate Director na moksha8 Pharmaceutical (2008-2009); Head of Corporate Communications na Johnson & Johnson MD&D Brazil (2009-2012).

Marcelo Zenkner

Promotor de Justiça no Estado do Espírito Santo

Marcelo Zenkner é Promotor de Justiça desde 1997 no Estado do Espírito Santo, onde realizou vários trabalhos na luta contra a corrupção e o crime organizado. É membro da Associação Internacional de Procuradores (IAP) e trabalhou, até abril / 2016, como Controlador-Geral do Estado do Espírito Santo, o primeiro estado do Brasil a criar uma estrutura administrativa e aplicar sanções administrativas com base na Lei Anticorrupção Empresarial. Além disso, no ano passado foi premiado com o primeiro lugar no cumprimento das regras da Lei de Acesso à Informação e o primeiro lugar no ranking dos melhores portais de transparência no Brasil. Ele é Professor da Faculdade de Direito de Vitória (FDV), onde leciona, desde 2002, nas áreas de Direito Processual Civil e Direitos Coletivos. Também tem realizado atividades acadêmicas em outras instituições estrangeiras e locais, incluindo a Universidade Nova de Lisboa (FDUNL) e Fundação Getúlio Vargas (FGV), dentre outras. Está completando seu doutorado na Universidade Nova de Lisboa com a investigação sobre tema "Integridade Governamental e Empresarial".

Marcelo Bretas

Juiz Federal Titular 7a Vara Federal Criminal

Marcelo Bretas possui Graduação em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994) e Mestrado em Direito (Direitos Humanos) pela Universidade Católica de Petrópolis (2014). Foi Promotor de Justiça do Estado do Rio de Janeiro até 1997 e atua como juiz federal desde de então. Foi membro da missão diplomática do Brasil na ONU/Genebra em 2013 e participou do Visiting Foreign Judicial Fellows Program junto ao FEDERAL JUDICIAL CENTER, em Washington DC/EUA (2015). Acumula duas décadas de experiência na Justiça Federal do Rio de Janeiro e, atualmente, é titular da 7a Vara Federal Criminal/RJ, especializada em Crimes Financeiros e de Lavagem de Capitais, onde tramita a ação penal por corrupção e lavagem de dinheiro em contratos da Eletrobras Termonuclear S/A – Eletronuclear, processo este desmembrado da Operação Lava Jato pelo Supremo Tribunal Federal.

* Foto de Paula Giolito do jornal El País

Jose Leonelio de Souza

Head of Business Development de Governança, Risco e Compliance da Thomson Reuters para a América Latina

Consultor em Compliance e Prevenção à Lavagem de Dinheiro.
Atuou por 30 anos nos segmentos de Auditoria e Compliance, sendo os últimos 12 anos na implantação e gestão de programas de prevenção à lavagem de dinheiro no Brasil e em dependências de empresas brasileiras no exterior.
Professor da FIA – Fundação Instituto de Administração – no curso de Pós em Gestão de Riscos de Fraudes.
Certificado ACAMS – Association of Certified Anti-Money Laundering Specialist.

Pablo César Paladini

Chief Operating Officer at Resguarda

Chief Operating Officer at Resguarda, Manager of Internal Audit and Process Control at Lisicki Litvin & Associados. Member of the Institute of Internal Auditors of Argentina, Member of The Institute of Internal Auditors (USA), Member of the Staff of instructors of the CIA course in Argentina, Member of the Steering Committee of the Institute of Internal Auditors of Argentina, Permanent Professor of Internal Control at the University of Palermo. He is a certified public accountant (UP), CIA Certified Internal Auditor (IIA), has a graduate degree in Systems Audit (USAL) and is a Quality Assurance Reviewer, Internal Audit (QAR). He participated in several lectures and published a number of articles related to the topic of fraud and internal controls in various local media. rticipou de várias palestras e publicou uma grande quantidade de artigos vinculados com a temática da fraude e controles internos em diversos meios de comunicação do país.

Daniel Sibille

Diretor de Compliance LATAM da Oracle

Advogado especialista em Compliance e Combate a Fraudes, atualmente é Diretor de Compliance LATAM da Oracle, empresa norte-americana com presença em 145 países e líder mundial no mercado de IT. Graduado pela Universidade presbiteriana Mackenzie e Pós Graduado em Direito Civil e Direito Empresarial. É professor do Curso curso de Pós Graduação de Gestão de Riscos de Fraudes da FIA, Coordenador do Curso de Preparatório de Compliance da LEC e Idealizador e co-fundador da Revista LEC – Legal, Ethics and Compliance.

Alessandra Gonsales

Sócia Fundadora da LEC e Sócia de Compliance do W. Faria Advogados

Graduada em Direito pela PUC-SP; Pós-Graduada em Direito Empresarial pela PUC-SP; Mestre em Direito Comercial, tendo conduzido suas pesquisas na Universidade de Harvard – Boston/EUA e MBA pela FGV/SP. Professora de Cursos da LEC e de Pós-Graduação na área de compliance. Palestrante em eventos nacionais e internacionais e autora de diversos artigos sobre compliance anticorrupção e financeiro.

Ricardo Andrade Saadi

Diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça

Ricardo Andrade Saadi é formado em direito e economia, com mestrado e doutorado em direito político e econômico pelo Mackenzie (SP). É graduado na “National Academy” do FBI. É delegado de Polícia Federal desde 2002, tendo chefiado a delegacia de repressão a crimes financeiros (Delefin) e participado de operações importantes, atualmente, exerce o cargo de Diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça.

Rodrigo Bertoccelli

Presidente do Instituto Brasileiro de Direito e Ética Empresarial – IBDEE.

Graduado e Especialista em Direito Processual Civil pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Pós-Graduado em Contratos Empresariais pela FGV-GVLaw. Presidente do Instituto Brasileiro de Direito e Ética Empresarial –IBDEE. Desenvolveu sua carreira no setor de infraestrutura com passagem pela Construbase Engenharia e Andrade Gutierrez. Atualmente é Head de Departamento Jurídico da GS Inima Brasil, integrante do grupo sul-coreano GS Engineering & Construction.

Antonio Cocurullo

Conselheiro Fiscal da AES Tiete e V.P. LATAM da Parker Randall International

Cocurullo possui mais de 25 anos de experiência em trabalhos de Auditoria, Due Dilligence, Gestão de Riscos e consultoria em estratégia, atuando em projetos de diversas naturezas e diversos setores. É Conselheiro Fiscal da AES Tiete. É também V.P. LATAM da Parker Randall International e é Country Managing Partner da Parker Randall Brasil. Professor de Pós-graduação e de MBA nas instituições: FAAP; FECAP e FDC. Membro atuante do IBGC, IBRACON e IIA Brasil. É contador com curso de especialização pela San Thomas University - Minneapolis (MN). Sua principal publicação e o livro “Gestão de Riscos Corporativos”.

Renê Guilherme S. Medrado

Sócio de Pinheiro Neto Advogados

Renê Guilherme S. Medrado é sócio de Pinheiro Neto Advogados. Atua nas áreas de direito da concorrência e em disputas de comércio internacional. Tem duas décadas de experiência em matéria de direito da concorrência, em que aconselha e representa corporações em atos de concentração perante o CADE, bem como em questões envolvendo investigações de cartéis internacionais e nacionais e de compliance a eles relacionadas. Suas qualificações acadêmicas incluem: Direito (PUC-SP), MBA Executivo pelo Insper, LL.M. pela Columbia University School of Law e Doutorado pela Universidade de São Paulo (USP). É membro do Conselho Consultivo do IBRAC. É advogado em São Paulo em Nova Iorque.

Bruno Pires Bandarovsky

Diretor de Tributos e Compliance no Grupo Promon

Advogado com MBA em Gestão Empresarial pela FGV/RJ, possui mais de 28 anos de experiência profissional em empresas brasileiras e multinacionais com operações nos segmentos de engenharia e infra-estrutura, telecomunicações, Oil&Gas, auditoria e consultoria e instituições financeiras. Há mais de 22 anos atua na área tributária, dentre os quais mais de 15 em posições de liderança em empresas como Promon S.A., Nextel Telecomunicações e Shell Brasil. Há 20 anos atua em ambientes organizacionais com sólidos princípios e políticas de Compliance.

Pyter Stradioto

Diretor de Compliance da Samsung para a América Latina

17 anos de experiência no desenvolvimento e implementação de programas de compliance e auditoria para empresas multinacionais como Samsung, Embraer, Henkel, AES Eletropaulo e RBS.
Pyter Stradioto é Diretor de Compliance na Samsung para a América Latina e responsável pela gestão do programa de compliance e integridade corporativa. Experiência em compliance inclui a criação de políticas e códigos de conduta, procedimentos anticorrupção, due diligences para parceiros de negócios e terceiros, investigações, gerenciamento de riscos e auditoria.
Stradioto é formado em Administração de Empresas e possui pós-graduação em Auditoria, Mestrado em Gestão e MBA no Reino Unido.

Jorge Abrahão

Diretor-presidente do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social

Engenheiro, empresário, membro do Conselho da Sociotec Engenharia Ltda.; diretor-presidente do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social; membro do Global Compact da ONU;membro da Comissão Nacional para a Rio+20; membro do Conselho Internacional do Fórum Social Mundial; membro da Rede Nossa São Paulo; ex-membro do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) da Presidência da República; ex-coordenador geral do Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo; ex-coordenador do PNBE – Pensamento Nacional das Bases Empresariais; ex-membro da Coordenação Nacional da Associação Brasileira de Empresários pela Cidadania (Cives).

Camila Von Ancken

Ethics & Compliance Counsel LATAM do Google

Camila von Ancken é Regional Ethics & Compliance Counsel - LATAM no Google desde 2012 e está baseada em São Paulo. Camila é advogada brasileira, formada pela PUC-SP, com mestrado na Alemanha em Direito Comercial Internacional e Europeu. Camila trabalha com compliance desde 2002, quando fez sua primeira investigação de corrupção em um escritório internacional em São Paulo, onde trabalhou por 10 anos, no Brasil e na Alemanha, em casos de FCPA e outras leis anti-corrupção, investigações internas, due diligence de FCPA em operações de M&A, treinamentos de compliance, revisão e criação de programas de compliance.

Renata Fonseca Andrade

CCO - Chief Compliance Officer for Brazil - Willis Towers Watson e Chair Anticorruption & Compliance OAB/SP Pinheiros

Presidente da Comissão de Anticorrupção e Compliance da OAB/SP Pinheiros.
Vice Chair International Procurement Committee at American Bar Association International Law Section.
Vice Chair International Anticorruption Practices Committee at American Bar Association International Law Section.
Compliance Officer for Brazil at Willis Towers Watson.

Rogéria Gieremek

Chief Compliance Officer do Grupo Latam Airlines. Presidente da Comissão Permanente de Estudos de Compliance do IASP.

Possui 29 anos de experiência na área jurídica, com os 5 últimos voltados exclusivamente para a área de Compliance. Atuou como advogada do Banespa S/A nas áreas de Contratos Não operacionais e Licitações, chegando a Presidente da Comissão de Licitações por 4 períodos. Atuou por 14 anos na Serasa S/A, e, até Out/2014, era a responsável por compliance na América Latina tendo estruturado a área na região. Antes disso, ROGÉRIA atuou como Gerente Executiva Jurídica na mesma empresa. ROGÉRIA era também a responsável pelo processo de gerenciamento de riscos até Mai/2012. Em Out/2014, ROGÉRIA passou a ser Consultora Global do Programa de Compliance, assessorando diretamente a Head Global de Compliance da Experian na implementação do Programa Global de Compliance, com especial foco na América Latina, no Reino Unido/Irlanda e na Europa/Oriente Médio e África, cargo que ocupou até Ago/2015. Em Ago/2015, passou a trabalhar no Grupo Latam Airlines, atuando como Chief Compliance Officer do Grupo, responsável pela implantação das políticas e procedimentos em âmbito global, investigações, pareceres e due diligences, dentre outros assuntos. . É Presidente da Comissão Permanente de Estudos de Compliance do IASP, desde 2013, Presidente da Comissão de Estudos de Gestão de Terceiros do Instituto Compliance Brasil e membro da SCCE – Society of Corporate Compliance and Ethics, tendo recebido o título de CCEP – Corporate Compliance and Ethics Professional, em 2011.

Isabel Costa Carvalho

Partner and member of the Hogan Lovells Brazil Group

Isabel is a partner and member of the Hogan Lovells Brazil Group, which operates in São Paulo and Rio de Janeiro, together with other lawyers across the globe, especially in New York, Washington, D.C., London, Madrid, Miami, Mexico City, and Caracas. She began her career in London as an intern, spending six years working for a leading international law firm before moving to Brazil to help open that firm's São Paulo office. Isabel has more than 20 years of international capital markets, corporate, and finance experience, with experience in various industries in Brazil. She has also worked on capital markets transactions across Latin America, and on banking and regulatory work involving Africa and Asia. Her experience includes complex international capital markets and corporate transactions, finance deals, and general corporate governance advice including U.S. regulatory issues (FCPA), as well as cross-border mergers and acquisitions. Isabel is a member of the Brazilian Association of Bovespa Listed Companies (Abrasca).

Giovani Agostini Saavedra

Professor da Faculdade de Direito da PUCRS e Sócio da Saavedra & Gottschefsky Advogados

Advogado atuante na área de Direito Penal Econômico, Compliance e Mercado Financeiro. Diretor-representante no Brasil do Center for Criminal Compliance da Universidade de Giessen (Alemanha). Doutor em Direito e em Filosofia pela Johann Wolfgang Goethe – Universität Frankfurt am Main (Alemanha). Mestre em Direito e Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUCRS. É professor na Faculdade de Direito da PUCRS, onde ministra a disciplina Compliance nos Programas de Pós-Graduação em Direito e em Ciências Criminais, em nível de Mestrado e Doutorado, e na Especialização em Direito, Mercado & Economia, da qual também é coordenador.

Emerson Siécola de Mello

Advogado, professor, palestrante e instrutor especialista em compliance e gerenciamento de riscos corporativos.

Experiência profissional de mais de 25 anos, 15 dos quais dedicados à implantação de programas de compliance e gerenciamento de riscos legais, regulatórios, operacionais e de imagem, controles internos, ouvidoria e negócios sustentáveis no mercado financeiro nacional.
Membro do ICB - Instituto Compliance Brasil, Comissão de Estudos de Compliance do IASP - Instituto dos Advogados de São Paulo, Comissão de Compliance e Anticorrupção da OAB/SP Pinheiros e Grupo de Trabalho de Ética e Governança Corporativa da Câmara de Comércio Brasil-Alemanha, São Paulo.
Professor das disciplinas de Governança Corporativa e Relações Internacionais na FACESM – Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas Gerais, colunista e instrutor na LEC – Legal, Ethics & Compliance.
Colaborador na revisão das seguintes publicações: 5ª Edição do Código de Melhores Práticas de Governança Corporativa do IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, e Lavagem de Capitais e Obrigações Civis Correlatas (Editora RT, 2ª edição, 2007 - Marco Antônio de Barros).

Denis Jacob

Diretor Global de Compliance da Becton Dickinson

Denis Jacob é o Diretor Global de Compliance da Becton Dickinson, empresa líder no segmento de dispositivos médicos, sendo responsável pelo programa global de compliance anticorrupção e antissuborno.
Antes de assumir sua posição atual, gerenciou o departamento de Compliance para a região América do Sul na Covidien (adquirida pelo grupo Medtronic em 2015).
Trabalhou anteriormente na Becton Dickinson por quatro anos como Gerente Corporativo de Auditoria Interna, liderando diversos projetos internacionais com escopo financeiro, operacional e forense (incluindo investigações de ética e compliance).
Sua experiência profissional inclui ainda uma passagem pela Deloitte conduzindo projetos de auditoria externa em empresas multinacionais de capital aberto nas bolsas de valores de São Paulo e Nova Iorque (NYSE).

Alexandre Serpa

Diretor de Compliance - CVS Health (Drogaria Onofre)

Há sete anos atuando em Compliance é um profissional com 17 anos de experiência nas áreas de governança corporativa (Compliance, Auditoria, Gestão de Riscos e Controles Internos) em empresas de Consultoria, Indústria Farmacêutica (Brasil e Suiça) e Varejo Farmacêutico. Graduado em Ciências da Computação pela UNESP e pós-graduado em Adm de Empresas pela FGV. Certificado em Investigação de Fraudes (CFE – Certified Fraud Examiner) e em Compliance e Ética (CCEP – Certified Compliance and Ethics Professional).

Giovanni Paolo Falcetta

Sócio de Compliance do escritório TozziniFreire Advogados

Giovanni Falcetta é sócio da área de compliance do escritório TozziniFreire e Coordenador da Comissão Anticorrupção e Compliance do Instituto Brasileiro de Direito Empresarial – IBRADEMP. Giovanni é formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica– PUC/SP, mestre em Direito Privado Europeu pela Università degli Studi di Roma “La Sapienza” e participou ativamente das discussões envolvendo a tramitação e regulamentação da Lei Anticorrupção brasileira.

Carlos Ayres

Sócio de Compliance do escritório Trench, Rossi e Watanabe Advogados

Sócio de Compliance do escritório Trench, Rossi e Watanabe Advogados, Coordenador da Comissão Anticorrupção e Compliance do Instituto Brasileiro de Direito Empresarial (IBRADEMP) e Professor convidado do Curso de Pós Graduação em Direito Penal Econômico da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (GVlaw). Bacharel em Direito pela PUC/SP, LL.M em Comparative Law pela University of Florida e Especialista em Direito Tributário pela GVlaw. Trabalhou no escritório Baker & McKenzie em Chicago/EUA entre 2009 e 2010 e, no segundo semestre de 2010, atuou na divisão de Enforcement da U.S. Securities and Exchange Commission em Washington, D.C./EUA.

Salim Saud Neto

Sócio do Saud Advogados em cooperação com Hughes, Hubbard & Reed LLP

Salim é sócio do Saud Advogados, em cooperação com Hughes, Hubbard & Reed, LLP. É responsável, dentre outras, pela área de compliance anticorrupção, lavagem de dinheiro e atividades correlatas, considerando a legislação nacional e estrangeira; com foco em investigações internas; implementação e adaptação de programas de compliance; due diligence de compliance; treinamentos, gerenciamento de risco contratual e procedimentos administrativos e judiciais. Tendo trabalhado em escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo, Nova Iorque e Houston, é admitido à prática no Brasil, em Nova Iorque e na Corte Federal do Distrito Sul de Nova Iorque. Formado em 2002 pela Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Mestre em Direito (LL.M.) pela Columbia University in the City of New York, com o título de Harlan Fiske Stone Scholar e tendo recebido o Certificado de Excelência da Parker School of International and Comparative Law.

Fernando Cevallos

Diretor de Compliance, Forensics & Intelligence da Control Risks no México

Based in Mexico City, Fernando Cevallos leads Control Risks’ Compliance, Forensics and Intelligence team for Mexico, Central America and the Caribbean and influences Latin America. Fernando has seventeen years of experience in compliance, fraud/corruption due diligence and cross-border and domestic investigations, financial statement audits, financial planning, tax and treasury. Fernando has resided in Brazil, the US, Switzerland and Mexico and had acquired a broad international experience in numerous industries and has led and worked with teams from different parts of the world, mainly in Latin America and emerging markets. Fernando is a Certified Fraud Examiner (CFE) and holds a master’s degree in business administration from Fundação Getúlio Vargas in São Paulo, Brazil. He also has a degree in economics from the Escuela Superior Politécnica del Litoral in Guayaquil, Ecuador, where he also earned a graduate degree in auditing, internal controls and tax in 2004. In 2008, he earned a Lean Six Sigma Green Belt certificate in the US. Fernando is the founder of the first grad-program in Mexico of Ethics and Compliance at the Tecnólogico de Monterrey (Campus Mexico). He was also the co-founder and professor of the first MBA program in Brazil regarding compliance/fraud risk management at the FIA. Fernando is a member and represents Mexico in the development of the Anti-bribery Management System Standard (ISO 37001) at the national and global meetings. Currently, Fernando is the Global Convenor of the Communication Task Group for this ISO Standard. Fernando has spoken about Latin America fraud and corruption risks at several events across the Americas.

Helcio Honda

Diretor Titular do Departamento Jurídico (Dejur - FIESP), Vice Presidente do Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos (Conjur) e sócio fundador do Honda Estevão Advogados

Advogado formado pela PUC-SP com especialização em Direito Empresarial; Eleito Juiz do Tribunal de Impostos e Taxas do Estado de São Paulo (2004), sendo nomeado Presidente da 8º Câmara efetiva (2006-2007); Na FIESP e no CIESP é Diretor Titular do Departamento Jurídico (Dejur) e Vice Presidente do Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos (Conjur). Na Ordem dos Advogados do Brasil, em São Paulo (OAB/SP), é Presidente da Comissão Especial de Direito Tributário para o biênio 2016-2017.

Wilson de Faria

Sócio fundador da WFaria Advocacia

Advogado atuante no Direito Corporativo com 25 anos de experiência na área de consultoria tributária internacional, com ênfase em fusões e aquisições e operações cross border. Sócio e fundador da WFaria Advocacia em São Paulo-SP, professor de Direito no curso de LLM em Direito Empresarial do CEU-IICS, membro do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), conselheiro tributário para a Associação Brasileira de Bancos (ABBC), membro do Conselho de Administração da International Taxation Specialist Group (ITSG – Grupo mundial de escritórios de Direito Tributário Internacional), colaborador do US Commercial Service – Department of Commerce USA no Brasil, palestrante nacional e internacional e membro brasileiro da STEP – Society of Trust and Estate Practitioners.
Foi Superintendente de Planejamento Tributário do Banco Citibank S.A., sócio da Grant Thornton Internacional e professor de Direito na Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO).
Graduado em Direito (USP) e em Administração de Empresas (FGV-SP), com pós-graduação em Direito Tributário (CEU-IIS) e mestrado (MBA) no INSEAD (Fointainebleau – França).

Angelo Calori

Gerente Executivo de Compliance e Controles Internos da Tokio Marine Seguradora

Graduado em Marketing e Pós-Graduado em Administração, profissional com 27 anos de experiência no mercado financeiro. Em Compliance desde 2005. Desde 2012 é Gerente Executivo de Compliance, Controles Internos e Riscos Operacionais em Seguradora de porte Global. Possui experiência em Governança Corporativa, compreendendo a implantação de todos os pilares de um Programa de Controles Internos e Compliance, Relacionamento com Reguladores, Plano de Continuidade de Negócios, Prevenção a Fraudes e Programas de Treinamento e Disseminação. Atuação como Mentor e palestrante em programa de Carreiras e Gestão de Pessoas e participação na Comissão de Controles Internos e Compliance da CNSEG. Atua como instrutor em cursos de Compliance na ABBC – Associação Brasileira de Bancos e palestrante em Congressos.

Guilherme Cooke

Sócio do escritório Velloza e Girotto Advogados

Sócio responsável pelas áreas de Mercado de Capitais, Compliance e Wealth Planning do Velloza & Girotto Advogados desde Março de 2015. Tem longa experiência em mercado de capitais, especialmente na indústria de fundos de investimento, bem como em estruturas de planejamento patrimonial nacional e internacional para famílias. Antes de se juntar ao escritório, passou mais de 11 anos atuando como in house counsel e compliance officer de relevantes gestores de recursos do mercado nacional. Entre 2004 e 2009 ocupou tais funções na Arsenal Investimentos, empresa fundada por Roger Ian Wright e focada em gestão de patrimônio financeiro de ultra high net worth individuals. Após sua experiência na Arsenal, Guilherme se juntou, no fim de 2009, ao departamento jurídico e de compliance da Vinci Partners, tendo sido o responsável pelos assuntos regulatórios do grupo perante CVM, ANBIMA, BACEN e SEC, bem como pelo desenvolvimento e manutenção dos diversos produtos financeiros nacionais e internacionais geridos pelo grupo. Ocupou, inclusive, o cargo de diretor estatutário de compliance da Vinci Partners DTVM, de onde saiu para se juntar ao escritório. Palestrante em diversos eventos relevantes do mercado de capitais nacional, teve participação ativa na ANBIMA e nas discussões com CVM na reforma regulatória da indústria de fundos de investimento iniciada em 2012. Formado em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2004), cursou o CEABE, da Escola de Economia da FGV/SP (2006), os LLMs de Direito dos Mercados Financeiro e de Capitais (2008) e de Direito Societário (2010) do Insper-SP, e Pós-Graduação em Jornalismo na Fundação Cásper Líbero (2015). Fluente em inglês.

Bruno Ferraz de Camargo

Sócio da área de M&A e Compliance de AZFC Advogados

Bruno iniciou sua carreira em 1998 como associado em escritórios de advocacia internacionais, no Brasil, com passagens em escritórios em Londres e Ilha Jersey, no Reino Unido, e Estados Unidos da América. Durante 10 anos atuou como advogado interno da multinacional holandesa Philips, e entre 2008 e 2011 trabalhou nas sedes da Royal Philips em Amsterdam e Eindhoven, Holanda, como Senior Legal Counsel regional para Europa, Oriente Médio e Africa (EMEA) e de 2011 a 2015 foi o Diretor Jurídico e head da área de Compliance para a Philips do Brasil. Possui vasta experiência em Direito Empresarial, notadamente em Fusões, Aquisições, Alianças e Desinvestimentos; Compliance, incluindo investigações e auditorias; Direito Societário, Propriedade Intelectual e Contratos. Em 2015, ingressou como sócio no escritório AZFC (Augelli, Zioni e Ferraz de Camargo) Advogados. É membro da SCCE - Society of Corporate Compliance and Ethics e desde 2012 detém a certificação CCEP – Certified Compliance and Ethics Professional e Professor do Curso para a formação de compliance officers da LEC – Legal, Ethics & Compliance. Além da qualificação em Direito no Brasil, é advogado qualificado em Direito da União Européia pela Vrije Universiteit de Amsterdam e LLM em Direito Empresarial Internacional pela Universiteit van Tilburg, Holanda.

Adriano Cabral Volpini

Diretor Executivo de Prevenção a Fraudes da FEBRABAN

Com mais de 25 anos de experiência no sistema financeiro, sempre em instituições de grande porte, atua há pelo menos 20 anos em assuntos relacionados a segurança. ‎É responsável corporativo no Banco Itaú-Unibanco pelos assuntos de Prevenção a Fraudes, Segurança da Informação e Lavagem de Dinheiro, além de ser o diretor Executivo de Prevenção a Fraudes da Febraban.

Marcus Vinícius de Carvalho

Responsável pelo Núcleo de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e do Financiamento do Terrorismo (PLDFT) da Superintendência Geral da CVM

Marcus Vinicius de Carvalho, graduado em Ciências Contábeis e Direito, com MBA em Finanças e Especialista em Direito Societário. Inspetor da Comissão de Valores Mobiliários desde 1995, atuou durante vários anos na Superintendência de Relações com o Mercado e Intermediários (SMI) na supervisão de mercados organizados e enforcement. Desde 2006 representa a CVM na delegação brasileira em reuniões (i) do GAFI/FATF, (ii) do GAFILAT e (iii) da Comissão de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e do Financiamento do Terrorismo (CPLDFT) do Subgrupo de Trabalho nº 4 (SGT-4), Assuntos Financeiros, do Mercosul. Desde 2015 é o responsável direto pelo Núcleo de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e do Financiamento do Terrorismo (PLDFT), no âmbito da Superintendência Geral da CVM, assim como representa a Autarquia no Conselho do COAF.

Eduardo Lopes Farias

Diretor de Riscos do Banco BM&FBOVESPA e Diretor de Controles Internos, Compliance e Risco Corporativo da BM&FBOVESPA

Eduardo Lopes Farias é Diretor de Riscos do Banco BM&FBOVESPA e Diretor de Controles Internos, Compliance e Risco Corporativo da BM&FBOVESPA. É formado em Ciências da Computação pela UFF (Universidade Federal Fluminense), MBA em Finanças elo IBMEC e Mestre em contabilidade pela USP. Possui certificados CISA – Certificado em Auditoria em Sistema da Informação – ISACA; CGEIT – Certificado em Governaça de TI e Empresarial – ISACA, CRISC – Certificado em Risco e Controle do Sistema da Informação - ISACA e BS 7799 – Auditor Líder em Segurança da Informação.

Gerson Luís Romantini

Chefe da Divisão de Supervisão de Conduta do Banco Central do Brasil

Gerson Luís Romantini, doutor e mestre em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Advogado pela Universidade de São Paulo (USP). Servidor do Banco Central do Brasil há mais de 20 anos, com larga experiência em supervisão de instituições financeiras bancárias e não bancárias no tema de prevenção da lavagem de dinheiro e do financiamento do terrorismo. É o atual chefe de uma das divisões do Departamento de Supervisão de Conduta (Decon) do Banco Central do Brasil e atuou ativamente no desenvolvimento e implantação da nova metodologia de Supervisão Remota & Presencial e do Sistema Integrado de Suporte e Comunicação da Supervisão (SisCom). É professor do curso de MBA Banking da FIA.

Ronei Frigerio

Sócio Fundador da LOTE45 - Asset Portfólio Manager

Trabalhou de 1990 a 2006 no Banco Garantia, incorporado ao Credit Suisse. Ronei iniciou sua carreira no Banco Garantia como liquidante em janeiro de 1990. Em 1991 foi promovido a trader representando o Garantia no pregão da BOVESPA e da BM&F. Após, tornou responsável pela interface com o Banco Central, no que se refere à arbitragem entre ouro e a moeda flutuante e responsável pelo controle de risco. Ronei em 1994 foi promovido a senior trader de estratégias de taxas de juros, taxas de câmbio e derivativos. De 1998 a 2003, Ronei se tornou head trader da mesa proprietária de câmbio e foi bastante ativo em gestão do risco, operações de swap e precificação de ativos para a mesa de clientes, coordenando um time de quatro pessoas.
Após a venda do Banco Garantia, Ronei tornou-se integrante do Comitê Executivo de Gestão no Credit Suisse , sendo eleito Diretor Estatutário. Em 2003, foi promovido a co-head da mesa de operações, liderando um time de 14 pessoas. Ronei representou o Credit Suisse na câmara consultiva de câmbio da BM&F e também na ANDIMA (Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro). Em março de 2006 Ronei fundou a LOTE45, sendo responsável pela área comercial e gestão de pessoas.

Marcelo Crespo

Advogado com atuação amplamente voltada para o Direito Penal, Digital e Compliance, Sócio da Crespo & Santos Advogados

Advogado. Doutor e Mestre em Direito Penal pela FADUSP. Possui pós-graduação em Segurança da Informação e também em Direito Penal pela Universidade de Salamanca. Professor titular da Faculdade de Direito de Sorocaba. Professor na Escola Paulista de Direito nos cursos de pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal e no MBA de Direito Rletrônico. Coordenador do MBA em Compliance da Escola Paulista de Direito. Membro do IASP – Instituto dos Advogados de São Paulo, integrando as comissões de Compliance e Criminal Compliance do instituto. Membro do subgrupo de Direito Digital da FIESP. Colunista do Portal Migalhas na coluna “Direito Digital”. palestrante e autor de diversas obras jurídicas, em especial “Crimes Digitais” publicado pela Editora Saraiva.

Michel Sancovski

Associado Sênior, Compliance e Investigações no Trench, Rossi e Watanabe Advogados

Michel Sancovski tem atuação na área empresarial e concentra suas atividades em assuntos de compliance corporativo e anticorrupção. É bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, pós-graduado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV Direito SP) e Mestre em Direito (LL.M.) com Business Law Certificate pela U.C. Berkeley School of Law (Boalt Hall), CA, EE.UU. Foi associado do escritório entre 2007 e 2011, tendo retornado em 2015. Michel é coordenador do Israeli Desk do escritório. Na área de compliance e anticorrupção, sua experiência inclui assistência com a legislação anticorrupção brasileira, coordenação de casos de investigação interna de grande porte, desenvolvimento, revisão e implementação de programas de compliance e auditorias anticorrupção no contexto de projetos de Fusões e Aquisições (M&A).

Coriolano Almeida Camargo

Sócio da Almeida Camargo Advogados

Doutor em Direito pela FADISP e Mestre em Direito na Sociedade da Informação pela FMU. Conselheiro Estadual da OAB/SP. Presidente da Comissão de Direito Eletrônico e Crimes de Alta Tecnologia da OAB/SP. Juiz do Tribunal de Impostos e Taxas de SP. Colunista do Portal Migalhas na coluna “Direito Digital”. Palestrante e autor de diversas obras jurídicas.

Marcos Jaimovick

Advogado especialista em Compliance e fez parte da equipe de Compliance do Comitê Rio 2016

Marcos Jaimovick é advogado pós graduado em Direito Civil e Processo Civil inscrito na OAB/RJ. Já advogou para grandes bancos e empresa de distribuição de gás no Rio de Janeiro. É Oficial da Reserva das Forças Armadas e fez parte da equipe de Compliance do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Rony Vainzof

Sócio do Opice Blum, Bruno, Abrusio e Vainzof Advogados Associados

Coordenador e Professor do MBA em Direito Eletrônico da Escola Paulista de Direito (EPD); Coordenador e Professor da Pós Graduação em Compliance Digital e Segurança da Informação na FADISP; Professor de Pós-Graduação das Faculdades FECAP, FIAP e IBTA; Advogado recomendado como líder na área de Tecnologia e Telecomunicações pela CHAMBERS América Latina; Advogado eleito por seus pares na Best Lawyers Brasil na área da Tecnologia da Informação; Vice-Presidente do Conselho de IT Compliance e Educação Digital da Federação de Comércio/SP; Diretor do Departamento de Segurança (DESEG) da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e Coordenador do Grupo de Trabalho de Segurança Cibernética; Integrante da Câmara de Segurança e Direitos na Internet do Comitê Gestor da Internet no Brasil; Secretário da Confederação Israelita do Brasil; Co-autor dos livros Marco Civil da Internet e Educação Digital.

Wagner Giovanini

Diretor de Compliance na Compliance Total

Engenheiro eletricista formado pela Escola Politécnica da USP, com pós-graduação em Gestão Ambiental, Black Belt na metodologia Six Sigma e Máster Coach formado pela Integrated Coaching Institute. Militou por diversos anos na área de Gestão da Qualidade e Gestão Ambiental, tendo sido Diretor Técnico do Instituto Paulista de Excelência em Gestão (IPEG) e atuado como juiz do PNQ (Prêmio Nacional da Qualidade) de 2004 a 2012. Atuou na Siemens por 29 anos, dos quais 8 como Diretor de Compliance e, atualmente, é sócio fundador da Compliance Total. É co-autor do Livro Ética Empresarial, publicado pela FNQ em 2011 e autor do Livro Compliance – Excelência em Prática, publicado em 2014.

Karlis Novickis

Gerente Jurídico Senior da Whirlpool Latin America

Advogado formado pela Universidade Mackenzie, Pós-Graduado em Direito pela PUC/SP e pela Faculdade de Direito de Coimbra, Portugal, e em Administração de Empresas e Negócios pelo Insper/SP. Especialista em Compliance & Ethics, pela Society of Corporate Compliance & Ethics dos EUA. Oficial da reserva do Exército Brasileiro. Atualmente exerce as funções de Gerente Jurídico Senior da Whirlpool para a América Latina, e de Professor nos Cursos de Compliance da LEC e da Insper/SP.

Cesar Bianconi

Editor-Chefe do Serviço Brasileiro da Reuters

Cesar Bianconi é Editor-Chefe do Serviço Brasileiro da Reuters desde janeiro de 2013. Antes de assumir o comando da produção de notícias em Português pela Reuters, Cesar trabalhou por quase 10 anos na cobertura de companhias listadas na Bovespa dos mais variados setores, de telecomunicações a siderurgia, primeiro como repórter e depois como editor. Também teve uma passagem de cinco meses por Brasília, onde cobriu economia e política, em 2006. Cesar é formado em Jornalismo pela PUC-São Paulo e tem pós-graduação lato sensu em Finanças Corporativas pelo Instituto Insper, antigo Ibmec-SP.

Jamil Chade

Correspondente do jornal O Estado de S. Paulo na Europa e colunista da Radio Estadão

Jamil Chade é o correspondente do jornal O Estado de S. Paulo na Europa desde 2000 e colunista da Radio Estadão, com participação diária. Em 2011 e em 2013, Chade foi premiado como o melhor correspondente brasileiro no exterior pela entidade Comunique-se. Com viagens a mais de 65 países, Chade já cobriu missões de presidentes brasileiros no exterior, viajou com Papa Bento XVI e Papa Francisco ao Brasil, percorreu a África com o secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, acompanhou refugiados no Iraque, Somália, Darfur e Libéria, e centenas de outras histórias.

Paulo Sérgio Suzart

Compliance Officer

Instrutor de Cursos/Palestras e Consultor em Compliance (Anti-corrupção; FATCA; Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Combate ao Financiamento do Terrorismo). Instrutor responsável pela Certificação Internacional em Compliance (CERTIFICATE IN REGULATORY AND FINANCIAL CRIME COMPLIANCE) pela Associação Internacional de Compliance. Instrutor do International Compliance Training (Consultoria de Londres) na América Latina. Experiência de vários anos como Compliance Officer em diversas Instituições Financeiras. Responsável pela implantação de Políticas e Procedimentos em instituições financeiras em Compliance e Controles Internos. Membro de vários Comitês de Compliance; Ética; Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Combate ao Financiamento do Terrorismo em Instituições Financeiras. Pós-graduando em Direito Penal e Processo Penal.

Benny Spiewak

Sócio de Zancaner Costa, Bastos e Spiewak Advogados

Benny Spiewak é sócio de ZCBS Advogados e atua nos setores de Propriedade Intelectual e Ciências da Vida, com foco no setor sanitário regulado, políticas de conduta de negócios e compliance regulatório. É Mestre em Direito pela The George Washington University.

Maria José Delgado Fagundes

Diretora da Interfarma

Advogada e Especialista em Saúde Pública, Direito Privado e Bioética Foi Gerente Geral de Monitoração e Fiscalização de Propaganda, Publicidade, Promoção e Informação de Produtos Sujeitos a Vigilância Sanitária (GGPRO/ANVISA) e membro do Ad Hoc Expert Group em Marketing de Alimentos e Bebidas não alcoólicas para crianças da Organização Mundial da Saúde (OMS). Hoje é Diretora da Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa) e professora do curso de Gestão Industrial Farmacêutica e de Assuntos Regulatórios do IPOG. Como diretora da Interfarma, coordena as áreas de Responsabilidade Social, Doenças Raras, Inovação e Biotecnologia, Descarte de Medicamentos e a área de Compliance, responsável pela disseminação e campanha para o Código de Conduta da Interfarma, que certificou mais de 23.000 funcionários das 55 associadas em 2013 e 2014. Além destes é a Corregedora (Código de Conduta) e responsável pelo Conselho de Ética da Interfarma. Em 2014 também coordenou a campanha "Pacto Global", que agregou à Interfarma o status de associação signatária dos 10 princípios da Organização das Nações Unidas (ONU).

Marco Antônio da Costa Sabino

Pós-doutor em Democracia e Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra, Portugal. Pesquisador do projeto Global Freedom of Expression na Universidade de Columbia, em Nova Iorque. Doutor em Direito Processual pela Universidade de São Paulo. Professor Coordenador do MBA em Governança Corporativa da BSP – Business School São Paulo. Professor de Governança Corporativa e Gestão de Risco no Mestrado Profissional da FIA – Fundação Instituto de Administração. Professor do Bacharelado em Administração da FIA – Fundação Instituto de Administração.

Viviane Miranda

Diretora de Riscos, Auditoria e Compliance do Hospital Israelita Albert Einstein.

Diretora de Riscos, Auditoria e Compliance do Hospital Israelita Albert Einstein. Foi Diretora de Auditoria e Riscos na Telefônica Vivo, onde atuou por mais de 10 anos. Viviane é bacharela em Administração pela UFF, com MBA Executivo pela COPPEAD-UFRJ.

José Guimarães

Compliance Officer na UTC PARTICIPAÇÕES S.A.

Formado em Direito pela FMU/SP em 1991. Especializado em Direito Empresarial – pelo Universidade Mackenzie. Pós-graduado em Direto da Economia e da Empresa – pelo FGV LOW. Formado em Compliance pela LEC - Legal Ethics Compliance - Curso de Implantação Compliance. Estagiário, Advogado e posteriormente Gerente jurídico Cível de multinacional alemã farmacêutica BYK Química e Farmacêutica, durante o período de 8 anos.
Advogado Sênior responsável pelo Jurídico Cível e Criminal Contencioso durante 18 anos na UTC Engenharia S.A. Compliance Officer: em 03/03/2015 assumiu a posição de Compliance Officer da UTC PARTICIPAÇÕES S.A., holding do grupo UTC (que incluem as empresas UTC ENGENHARIA, CONSTRAN, UTC DI, UTC EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO DE PETROLEO, UTC INVESTIMENTOS), implantou o programa e vem liderando a área de Compliance e integridade do grupo.




Agenda Painéis e horários sujeitos à alterações


DIA 17 (Workshop Day)

Workshops Disponíveis – 4º Congresso Internacional de Compliance & Regulatory Summit

MANHÃ TEMA PALESTRANTES
8h00 - 9h00 CREDENCIAMENTO
9h00 - 12h30 WORKSHOP A- COMO CONCILIAR o PROGRAMA DE PREVENÇÃO A LAVAGEM DE DINHEIRO e de financiamento ao terrorismo aO PROGRAMA DE COMPLIANCE ANTICORRUPÇÃO
Diversas empresas deverão desenvolver ou aprimorar o Programa de Prevenção à Lavagem de Dinheiro, por força das alterações procedidas na Lei Lavagem de Dinheiro pela Lei 12.683/12. A Lei Antiterrorismo recém publicada (Lei 13.260/2016) também trouxe novas preocupações para as empresas em relação aos procedimentos de “Know your Client” e “Know your Supplier”.Ainda, a Lei anticorrupção e sua regulamentação introduziram os pilares de um Programa de Compliance Anticorrupção. Neste workshop, será discutido como adaptar o Programa de Compliance das empresas a essas três legislações.
Angelo Calori
(Gerente Executivo de Compliance e Controles Internos da Tokio Marine Seguradora)
Paulo Sérgio Suzart
(Compliance Officer)

Emerson Siécola de Mello
(Advogado, professor, palestrante e instrutor especialista em compliance e gerenciamento de riscos corporativos)
Guilherme Cooke
(Sócio do escritório Velloza e Girotto Advogados)

Alessandra Gonsales
(Sócia Fundadora da LEC e Sócia de Compliance do W. Faria Advogados)
9h00 - 12h30 WORKSHOP B- As ferramentas essenciais para um efetivo programa de compliance.
A criação de um programa efetivo de compliance vai muito além da criação de políticas e manuais. O recebimento das denúncias através de um canal apropriado, bem como as ferramentas de due diligence, sobretudo de terceiros, são fundamentais para permitir agilidade e funcionamento adequado do programa de compliance.
Renata Fonseca Andrade
(CCO - Chief Compliance Officer for Brazil - Willis Towers Watson e Chair Anticorruption & Compliance OAB/SP Pinheiros)
Rogéria Gieremek
(Chief Compliance Officer do Grupo Latam Airlines. Presidente da Comissão Permanente de Estudos de Compliance do IASP)
Bruno Pires Bandarovsky
(Diretor de Tributos e Compliance no Grupo Promon)

Pablo César Paladini
(Diretor de Operações da Resguarda)

Antonio Cocurullo
(Conselheiro Fiscal da AES Tiete e V.P. LATAM da Parker Randall International)

9h00 - 12h30 WORKSHOP C- Compliance nos setores de Óleo e Gás, Construção Civil e Energia. Consequências da Lava-Jato.
Estes setores hoje em dia concentram grande parte da atenção da mídia e estão sendo alvo de inúmeros questionamentos decorrentes da forma de captação de negócios e sua interação com o governo. Assim, neste workshop serão apontados os principais riscos existentes no setor, bem como as medidas de mitigação que deverão fazer parte de um robusto programa de compliance.
Rodrigo Bertoccelli
(Presidente do Instituto Brasileiro de Direito e Ética Empresarial – IBDEE)
Isabel Costa Carvalho
(Partner and member of the Hogan Lovells Brazil Group)
Salim Saud Neto
(Sócio do Saud Advogados em cooperação com Hughes, Hubbard & Reed LLP)
Bruno Ferraz de Camargo
(Sócio da área de M&A e Compliance de AZFC Advogados)

10h30 - 11h00 COFFEE BREAK
12h30 - 14h00 ALMOÇO
TARDE TEMA PALESTRANTES
14h00 - 17h30 WORKSHOP D- Do planejamento ao report de uma investigação interna de compliance.
Com o fortalecimento dos programas de Compliance e amadurecimento da posição de compliance nas companhias, o tema “Investigações Internas” assume uma importância fundamental, pois não apenas pode significar o cumprimento dos termos da nova lei anticorrupção, como pode evitar multas vultuosas pelos órgãos de controle, seja decorrente da lei local ou de leis internacionais anticorrupção. Nesse contexto, o adequado tratamento das denuncias e a condução de uma investigação interna seguindo as melhores práticas internacionais é fundamental para o sucesso do programa de compliance.
Ricardo Alexandre Contieri
(Diretor de FIDS na Grant Thornton)

Michel Sancovski
(Associado Sênior, Compliance e Investigações no Trench, Rossi e Watanabe Advogados)
Marcelo Crespo
(Advogado com atuação amplamente voltada para o Direito Penal, Digital e Compliance, Sócio da Crespo & Santos)
Karlis Novickis
(Gerente Jurídico Senior da Whirlpool Latin America)

14h00 - 17h30 WORKSHOP E- Os riscos de compliance para a area de saúde e os trend topics de 2016.
Dados off label, conflito de interesses, autuações e penalidades. O compliance regulatório permanece desafiador e o painel discutirá essa realidade e outros temas, incluindo:
• Auto-regulamentação e políticas ABAC;
• Autuações recentes: O Brasil no mapa das autoridades mundiais;
• Comissões internas e investigações;
• Compliance, alinhamento global e traços culturais: Alinhamentos e propostas;
• Estado Vs. Liberdade de Expressão: Os limites e obstáculos;
• Estado Vs. Liberdade de Expressão: Os limites e obstáculos;
• Interação com autoridades públicas;
• Planos de mitigação de riscos (RAMP).
Maria José Delgado Fagundes
(Diretora da Interfarma)

Viviane Miranda
(Diretora de Riscos, Auditoria e Compliance do Hospital Israelita Albert Einstein.)
Benny Spiewak
(Sócio de Zancaner Costa, Bastos e Spiewak Advogados)
Denis Jacob
(Diretor Global de Compliance da Becton Dickinson)
Marco Antônio da Costa Sabino
( Pós-doutor em Democracia e Direitos Humanos pela Universidade de Coimbra e Pesquisador do Projeto Global Freedom of Expression na Universidade de Columbia )
14h00 - 17h30 WORKSHOP F- Os red flags de compliance relacionados aos setores de Esportes, publicidade e entretenimento.
Há alguns anos o mercado esportivo, de entretenimento e publicidade vem passando por diversos questionamentos decorrentes de uma relação não muitas vezes transparente e com diversas peculiaridades. Neste workshop serão debatidas as cláusulas dos contratos de públicidade, as fontes de receita, os códigos de conduta das organizações esportivas, bem como as dificuldades existentes para a implementação de um programa de compliance nestes setores.
Marcos Jaimovick
(Advogado especialista em Compliance e fez parte da equipe de Compliance do Comitê Rio 2016)
Pyter Stradioto
(Diretor de Compliance da Samsung para a América Latina)
Coriolano Almeida Camargo
(Diretor Titular Adjunto do Departamento Jurídico da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e Sócio da Almeida Camargo Advogados)
Luis Arthur Terra Alves
(Associado de Compliance do Pinheiro Neto Advogados)

15h30 - 16h00 COFFEE BREAK


DIA 18 (Congresso)

HORÁRIO TEMA PALESTRANTES
8h45 - 9h00 ABERTURA DO EVENTO
9h00 - 9h40 Programa de Integridade (Decreto 8420), Critérios de avaliação do Programa de Integridade a serem adotados pela CGU – Controladoria Geral da União.
A Controladoria Geral da União lançou recentemente um guia para as empresas privadas que tem por objetivo esclarecer o conceito de Programa de Integridade em consonância com a Lei nº 12.846/2013 e suas regulamentações e apresentar diretrizes que possam auxiliar as empresas a construir ou aperfeiçoar Programa dessa natureza. Neste painel os conferencistas terão a honra de ouvir da própria CGU o que ela espera das empresas privadas dos seus programas de integridade.
Luiz Navarro
(Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU))
9h40 - 10h55 Criminal Compliance em 2 aspectos fundamentais. a) Processo investigativo, punibilidade e mudança de comportamento nas empresas multinacionais; b) Delação e processo investigativo.
O tema "Criminal Compliance" vem ganhando grande relevância com as inúmeras operações em curso no país. Neste painel serão discutidas as nuances do processo investigativo, a cooperação entre as autoridades brasileiras e estrangeiras, buscas e apreensões e acordos de leniência. Além disto, serão abordados aspectos importantes e controversos das delações premiadas e a sua validade na justiça brasileira.
George 'Ren' McEachern
(Supervisory Special Agent at Federal Bureau of Investigation - FBI)
Steve McDonald
(Head de Market Development, Risk Business Americas na Thomson Reuters)
Peter Spivack
(Sócio da filial de Washington, D.C., do escritório de advocacia internacional Hogan Lovells);
10h55 - 11h15 Coffee Break
11h15 - 12h30 As consequências econômicas da corrupção na America Latina e a perspectiva para o Gerenciamento de Riscos até 2020.
A corrupção na América Latina é facilitada pela reduzida accountability, por escassos mecanismos de controle dos governos e parlamentares, pela presença de lideranças com perfis neopopulistas, e por normas pouco eficazes para o financiamento da política eleitoral. Com este cenário, o painel aboradará a perspectiva de gerenciamento de riscos para as companhias até 2020 e a busca de alternativas visando a manutenção da integridade empresarial.
Nicola Tingas
(Economista do Núcleo Econômico do G100 Brasil)
Arnaldo Tibyriçá
(General Counsel & Sr VP Grupo Abril)

Henry Dumortier
(Presidente da Goodyear)

José Luiz Rossi
(Presidente da Serasa Experian)

Paulo Marcelo
(CEO da Capgemini)

12h30 - 13h30 Almoço
13h30 - 14h45 Debate com reguladores sobre a regulamentação para os programas de integridade das instituições financeiras.
O debate sobre a existência e eficácia dos programas de integridade também faz parte das agendas das entidades reguladoras. Neste painel será possível entender como o Banco Central, CVM, BVMF e Febraban enxergam a questão e o que tem sido feito para aprimorar os controles das instituições financeiras, de forma que estejam compatíveis com a lei Anticorrupção em vigor e sua regulamentação.
Gerson Luís Romantini
(Chefe da Divisão de Supervisão de Conduta do Banco Central do Brasil)
Marcus Vinícius de Carvalho
(Responsável pelo Núcleo de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e do Financiamento do Terrorismo (PLDFT) da CVM)
Eduardo Lopes Farias
(Diretor de Riscos do Banco BM&FBOVESPA e Diretor de Controles Internos, Compliance e Risco Corporativo da BM&FBOVESPA)
Adriano Cabral Volpini
(Diretor Executivo de Prevenção a Fraudes da FEBRABAN)
Jose Leonelio de Souza
(Head of Business Development de Governança, Risco e Compliance da Thomson Reuters para a América Latina)
14h45 - 16h00 Crime, denúncia e punição – esta equação tende para o aprimoramento da sociedade?
O Compliance vai além do cumprimento de regras. Para se ter uma melhora efetiva de uma empresa é necessária a instauração de um processo investigativo de irregularidades e de uma punição adequada ao ato cometido. Esta mesma lógica se aplica para os inúmeros crimes de corrupção em discussão no país. Porém, até que ponto deve ser a punição às empresas e aos indivíduos. Esta equação será debatida a fundo neste painel.
Marcelo Zenkner
(Promotor de Justiça no Estado do Espírito Santo)

Fausto De Sanctis
(Desembargador Federal do TRF)

Edson Fábio Garutti Moreira
(Delegado de Polícia Federal)

Pierpaolo Cruz Bottini
(Advogado, Professor-doutor de Direito Penal da Universidade de São Paulo)
Giovani Agostini Saavedra
(Professor da Faculdade de Direito da PUCRS e Sócio da Saavedra & Gottschefsky Advogados)

16h00 - 16h30 Coffee Break
16h30 - 17h45 Combate à corrupção nas empresas no Cone Sul – Principais cases.
O combate à corrupção no Cone Sul traz inúmeros desafios e muitas peculiaridades de ordem política, social, eleitoral, midia e de costumes. Neste painel serão discutidas as recentes iniciativas dos países da região no combate à corrupção e as perspectivas para o tema nos próximos anos.
Fernando Cevallos
(Diretor de Compliance, Forensics & Intelligence da Control Risks no México)

Maria Lorena Schiariti
(Partner of Marval, O’Farrell & Mairal)

Juan Francisco Pablo Reyes Taha
(Partner – Baker & McKenzie, Santiago, Chile)

Gonzalo Gómez de Liaño
(Chefe de Estudos de Ensinos Especiais e Licenciatura no IEF -Instituto de Estudos Fiscais, junto ao Ministério das Finanças e Administrações Públicas da Espanha)
Gilson Libório
(Diretor de Pesquisas e Informações Estratégicas da Secretaria Executiva da Controladoria-Geral da União)
17h45 - 18h30 Lei repatriação de ativos - Lei nº 13.254 de 14 de janeiro de 2016. Oportunidades, riscos existentes e cuidados necessários para a repatriação de recursos.
A expectativa do Governo Federal é repatriar entre R$ 100 bilhões e R$ 150 bilhões. Este painel abordará as dúvidas existes, como por exemplo, quais bens são passíveis de repatriação, se as informações poderão ser usadas em futuras investigações, os riscos existentes nas operações relativas à repatriação de ativos.
Wilson de Faria
(Sócio fundador da WFaria Advocacia)

Helcio Honda
(Diretor Titular do Departamento Jurídico (Dejur - FIESP), Vice Presidente do Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos (Conjur) e sócio fundador do Honda Estevão Advogados)
Ronei Frigerio
(Sócio Fundador da LOTE45 - Asset Portfólio Manager)


DIA 19 (Congresso)

HORÁRIO TEMA PALESTRANTES
8h45 - 9h30 PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO FEDERAL CRIMINAL NOS CASOS DE CORRUPÇÃO E UMA VISÃO SOBRE COMO ATUAR PREVENTIVAMENTE.
Marcelo Bretas
(Juiz Federal Titular 7a Vara Federal Criminal)
9h30 - 10h20 Os impactos da corrupção na sociedade e a responsabilidade jornalística ao tratar do tema.
Carlos Alberto Sardenberg
(Jornalista, comentarista econômico dos programas noticiosos da CBN, do Jornal das Dez (Globonews), e do Jornal da Globo)
Jamil Chade
(Correspondente do jornal O Estado de S. Paulo na Europa e colunista da Radio Estadão)
Cesar Bianconi
(Editor-Chefe do Serviço Brasileiro da Reuters)

Luciana Leite
(Head de Assuntos Corporativos, Relações Públicas e Comunicação Estratégica da Thomson Reuters para América Latina e Iberia)

10h20 - 10h35 Coffee Break
10h35 - 11h35 Os principais issues do mercado de IT, aplicação do Programa de Integridade e as novas tecnologias. Desafios do profissional de compliance frente à inovação, novas ferramentas de comunicação e internet das coisas.
Para entender os riscos relacionados às novas tecnologia, é necessário discutir os principais issues do mercado de IT. Quais os riscos no compartilhamento de informações? As discussões em torno dos desafios de compliance relacionados a esse mercado crescem em função dos avanços tecnológicos registrados, da lei anticorrupção e do recente marco civil que trouxeram novas obrigações. Assim, o painel levantará questões relevantes na adequação dos programas de compliance a esta nova realidade mundial.
Rony Vainzof
(Sócio do Opice Blum, Bruno, Abrusio e Vainzof Advogados Associados)
Camila Von Ancken
(Ethics & Compliance Counsel LATAM do Google)

Alessandra Del Debbio
(Assistant General Counsel at Microsoft)

Daniel Sibille
(Diretor de Compliance LATAM da Oracle)

11h35 - 12h50 A Estruturação de cartéis no contexto da corrupção de agentes públicos. Comentários dos casos recentes e evolução da lei 12.846/13.
Uma das maiores novidades da Lei 12.846/13 e talvez a mais grata surpresa em relação ao Foreign Corrupt Practice Act - Lei Norte-Americana de Combate à Corrupção no exterior, seja a inclusão de um dispositivo que regule as fraudes em licitações e puna de forma severa os cartéis. Neste painel serão discutidos os recentes casos amplamente divulgados na midia, a formas de mitigação deste ato ilícito, e a punição às empresas envolvidas.
Roberson Henrique Pozzobon
(Procurador da República)

Ricardo Andrade Saadi
(Diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça)
Renê Guilherme da Silva Medrado
(Sócio do Pinheiro Neto Advogados)

Alessandra Gonsales
(Sócia Fundadora da LEC e Sócia de Compliance do W. Faria Advogados)
12h50 - 14h00 Almoço
14h00 - 15h15 Os "trend topics" de compliance para 2016. O amadurecimento dos programas de compliance no Brasil x Aplicações de sanções da Lei 12.846/13.
Para o ano de 2016, as atenções das autoridades internacionais que combatem a corrupção estarão cada vez mais focadas na America Latina, dado o crescente numero de casos de alta relevância, bem como na persecução de indivíduos. Da mesma forma, o amadurecimento da legislação brasileira, a construção de acordos de leniência mais robustos e as primeiras condenações no Brasil também darão o tom para este ano. Nesta linha, este painel também abordará os desafios das empresas neste novo cenário e sobre a eficácia real dos programas de integridade.
Carlos Ayres
(Sócio de Compliance do escritório Trench, Rossi e Watanabe Advogados)
Fernando Palma
(Sócio da Compliance Total)

Giovanni Paolo Falcetta
(Sócio de Compliance do escritório TozziniFreire Advogados)
Alexandre Serpa
(Diretor de Compliance - CVS Health - Drogaria Onofre)
15h15 - 16h15 Empresas investigadas na Lava Jato e o fortalecimento de seus programas de compliance.
Este painel é dedicado a debater temas recentes de corrupção no Brasil e o turn-around das empresas em busca de uma maturidade empresarial ética e responsável.
José Guimarães
(Compliance Officer na UTC Participações S.A.)

Flávio Rímoli
(Diretor Vice-Presidente de Governança e Compliance e Secretário do Conselho de Administração na Construtora Camargo Correa)
Wagner Giovanini
(Diretor de Compliance na Compliance Total)

16h15 - 16h45 Coffee Break
16h45 - 18h00 Os custos para a sociedade e a economia de ações políticas à margem da ética.
A sociedade certamente é a mais afetada com o desgoverno, e a falta de ações políticas coordenadas e com uma finalidade lícita. Neste painel serão discutidas importantes questões sobre ética e política, bem como os caminhos para uma sociedade mais equilibrada.
Jorge Arbache
(Professor de Economia da Universidade de Brasília)
Jorge Abrahão
(Diretor-presidente do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social)
José Renato Nalini
(Secretário da Educação do Estado de São Paulo)

Thiago Jabor
(Sócio da área de Compliance e Ética Corporativa no escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados)


Local Endereço e mapa

  • CLUBE HEBRAICA

  • WORKSHOP Entrada pela Rua Hungria, 1000 - Pinheiros • Valet no local - R$ 35,00 / dia

  • CONGRESSO Entrada pela Rua Dr. Alberto Cardoso de Mello Neto, 115 - Pinheiros • Valet no local - R$ 35,00 / dia

  • TELEFONE 11 3081-8343

  • SITE www.hebraica.org.br

ONDE FICAR

Relacionamos abaixo algumas opções de hospedagem com preços especiais para os inscritos, próximo ao local do evento.

HOTEL CATEGORIA TELEFONE E-MAIL ENDEREÇO
Transamérica Executive
Faria Lima
+55 11 3089-7500 rsflima@transamerica.com.br Rua Pedroso Alvarenga, 1256
Itaim Bibi - São Paulo / SP
Radisson Faria Lima +55 11 2133-5960 reservas.rfl@atlanticahotels.com.br Av. Cidade Jardim, 625
Itaim Bibi - São Paulo / SP
L'Opera Hotel +55 11 3035-1111 reservas@loperahotel.com.br Av. Pedroso de Morais, 323
Pinheiros - São Paulo / SP
Ibis Styles SP Faria Lima +55 11 3093-7200 ha1b6-re@accor.com.br Rua Taváres Cabral, 61
Pinheiros - São Paulo / SP
Golden Tower São Paulo Hotel +55 11 3094-2200 reservas@goldentowerhotel.com.br Rua Dep. Lacerda Franco, 148
Pinheiros - São Paulo / SP



Galeria Confira como foi o evento em 2015.

Por qualquer ângulo que se olhe o 3º Congresso Internacional de Compliance & Regulatory Summit – organizado pela LEC e pela Thomson Reuters, foi sem a menor sombra de dúvidas o maior evento de Compliance já realizado no Brasil.

O evento reuniu mais de 300 profissionais altamente qualificados por dia de Congresso, além de mais de 150 pessoas que marcaram presença nos seis workshops realizados no primeiro dia de evento. No total, mais de 24 horas de programação totalmente dedicadas ao Compliance, algo inédito no Brasil.